Dicas de Saúde

Sofro de reumatismo, posso fazer exercícios?

 

“Reumatismo” é um termo popular usado para designar mais de 120 doenças que têm a característica comum de acometer articulações, músculos, tendões ou outras estruturas do aparelho locomotor. Alguns exemplos de reumatismos são a artrose, a artrite reumatóide, o lúpus eritematoso sistêmico e a fibromialgia.

 

Até recentemente, havia o receio de que o exercício físico pudesse piorar a inflamação presente nessas condições. No entanto, há cada vez mais trabalhos comprovando que até atividades mais intensas – como a musculação – podem ser benéficas para o paciente. “O exercício pode, inclusive, diminuir os períodos de internação e as doses dos medicamentos”, explica Manoel Neves, reumatologista do Fleury Medicina e Saúde.

 

Como exemplo do quanto o exercício pode ajudar, o médico cita um estudo recente em um paciente com miosite por corpúsculo de inclusão, um tipo muito raro de reumatismo que se caracteriza pela perda progressiva de força muscular. “Ele foi submetido à musculação com ‘oclusão vascular', um novo tipo de treinamento, e aumentou a sua força em cerca de 50% após três meses de treinamento. Anteriormente, ele já havia experimentado diversas medicações, sem sucesso”.

 

Segundo Neves, antes de iniciar um programa de exercícios, o paciente deve procurar o seu médico para definir qual atividade é mais indicada para a sua condição, bem como realizar um teste ergométrico. “De uma forma geral, o condicionamento aeróbico pode beneficiar a maioria dos pacientes, variando de intensidade de acordo com o quadro clínico de cada um. Entretanto, dependendo da doença, pode ser mais indicado fazer alguma atividade física específica, como natação ou mesmo musculação sob a supervisão de um profissional de Educação Física”, explica.

 

Confira abaixo alguns exercícios indicados de acordo com a doença reumatológica:

 

Artrose

Musculação , desde que a prescrição do exercício seja bem orientada para respeitar as limitações da doença e otimizar o tratamento. De um modo geral, nos pacientes com artrose de joelho há indicação de reforçar a musculatura anterior da coxa e de alongar a musculatura posterior dos membros inferiores.

Osteoporose

Musculação e caminhada . Fazer apenas atividades sem impacto, como a natação, não traz efeitos benéficos para esta condição.

Artrite reumatoide

Musculação e condicionamento aeróbico , desde que a doença não esteja em atividade.

Lúpus eritematoso sistêmico

Musculação e condicionamento aeróbico , desde que a doença não esteja em atividade.

Fibromialgia

Hidroginástica e caminhada . Alguns estudos recentes, entretanto, têm mostrado que a musculação também pode ser benéfica.

 

Fonte: DR. Manoel Neves, reumatologista


[ voltar ]